Home > DOCES E SALGADOS > Contran reduz horas de aulas práticas para quem quer tirar CNH, e simulador torna-se facultativo

DOCES E SALGADOS

14/06/2019 11:42 por Redação

Contran reduz horas de aulas práticas para quem quer tirar CNH, e simulador torna-se facultativo

Pela nova regra, bastarão 20 horas de aulas para o aspirante a motorista fazer o exame na categoria B; para governo, medida "facilita a vida do cidadão”

O governo decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de simuladores para a expedição da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). A medida foi aprovada nesta quinta-feira (13) durante a primeira reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em Brasília.

Além de acabar com a obrigatoriedade do uso de simulador, o Contran também diminuiu de 25 horas para 20 horas o número de aulas práticas para os aspirantes a habilitação da categoria B. E a exigência de aulas noturnas cairá de 5h para 1 hora/aula.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que a medida “desburocratiza” parte das etapas do processo de formação de novos condutores. “Estamos muito alinhados às diretrizes que o presidente Bolsonaro tem nos mostrado, de desburocratizar os processos, retirar entraves e facilitar a vida do cidadão”.

Para condutores de ciclomotores, a carga horária caiu de 20h/aula para 10h/aula. A normativa permite ainda que os candidatos interessados na obtenção da Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) possam, no período de um ano, realizar apenas as provas, sem passar pelas aulas teóricas e práticas. E, caso o candidato seja reprovado, ele deverá frequentar as aulas práticas.

O prazo para a implementação das novas regras é de 90 dias.

Leia também: Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão da CNH.

'
Enviando