Home > DOCES E SALGADOS > Boris Johnson ganha apoio de ex-rivais e amplia favoritismo no Reino Unido

DOCES E SALGADOS

18/06/2019 09:12 por Redação

Boris Johnson ganha apoio de ex-rivais e amplia favoritismo no Reino Unido

Ex-ministro e ex-prefeito de Londres é o mais cotado para assumir a chefia do governo britânico na sucessão de Theresa May

O deputado conservador Boris Johnson, que já é considerado favorito à sucessão de Theresa May no cargo de primeiro-ministro do Reino Unido, ganhou novo impulso em sua campanha nesta terça-feira (18). Andrea Leadsom deixou a disputa e declarou apoio ao ex-rival, seguindo os passos do atual ministro da Saúde, Matt Hancock, que abriu mão de sua candidatura na sexta-feira (14) e formalizou apoio a Johnson nesta segunda-feira (17).

Boris Johnson, de 54 anos, nascido em Nova York de pais britânicos, foi ministro das Relações Exteriores do Reino Unido e prefeito de Londres. Suas declarações sobre o Brexit são inequívocas - ele garante que irá retirar o Reino Unido da União Europeia até dia 31 de outubro, independentemente de se conseguir ou não um acordo com o bloco para suavizar a transição. “Devemos deixar a UE em 31 de outubro, com ou sem acordo”, reforçou Johnson no Twitter nesta terça-feira.

Ainda restam seis candidatos na disputa, travada necessariamente por membros do Parlamento britânico. Rodadas sucessivas de votação entre os 313 parlamentares conservadores vão eliminando os postulantes até que sobre apenas dois finalistas, que se enfrentarão em uma eleição entre os deputados do Partido Conservador em julho.

Segundo a Reuters, Johnson deve participar de um debate na TV hoje à noite, junto com os demais candidatos. Ele optou por não aparecer no primeiro debate, no domingo (16) e também não participou de sessões de perguntas e respostas no Parlamento nesta segunda-feira. Seus rivais esperam que ele exercite sua decantada vocação para gafes no evento desta noite.

'
Enviando