Na sua opinião, quem vai para o segundo turno na eleição presidencial?
Dilma e Aécio.
Dilma e Marina.
Marina e Aécio.
Não haverá segundo turno.
Ver parcial de votos
 
  ADVILLAGE
 

Juíza condena internauta a 8 anos e meio de prisão por pedofilia no Orkut e no MSN

 

Investigação começou depois que o Google comunicou ao MPF a existência de um perfil falso que divulgava imagens com crianças e adolescentes

18/3/2011 - 16:12 - Advillage
 

A juíza Valéria Caldi, da 8ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, condenou o internauta José Augusto de Souza Filho, morador de Jacarepaguá, a oito anos e meio de prisão pelos crimes de armazenamento e transmissão de conteúdo pornográfico infantil pela Internet.

Em investigação iniciada a partir de comunicação do Google ao Ministério Público Federal, sobre a página criada no Orkut com material pedófilo, foram encontrados na casa do acusado diversos materiais de pedofilia, como fotos e vídeos de crianças e adolescentes praticando sexo entre si ou com maiores.

Souza criara um perfil com conteúdo pornográfico infantil no Orkut com nome “Milena Ravel”, em março de 2009.  Após as investigações, ele foi denunciado pelos procuradores da República Daniella Dias de Almeida Sueira e José Maria de Castro Panoeiro.

Além do material postado no Orkut, foram encontrados históricos de conversas pelo MSN em que ele repassava as imagens para usuários que falavam até mesmo em alemão e árabe. Para evitar ser descoberto, José Augusto cadastrou inúmeros endereços de e-mail para utilizar o bate-papo. Ele muitas vezes se passava por menor para aliciar crianças e adolescentes no MSN.

A defesa do acusado, que foi  preso em flagrante desde a busca em sua residência, em julho de 2010, alegou que ele não sabia sequer deletar as imagens do computador, mas a desenvoltura com que ele usava ferramentas como o Orkut e o MSN e a imensa quantidade de fotos e vídeos encontrados em seu computador foram usadas pela justiça para provar o contrário e condená-lo.

Oficina - Para combater a pornografia infanto-juvenil e orientar educadores sobre os perigos da internet, a Procuradoria da República no Rio de Janeiro (PR/RJ) realiza, no próximo dia 25, a oficina “Promovendo o uso responsável e seguro da Internet”. Cerca de 100 escolas municipais e 50 coordenadores pedagógicos de escolas integrantes do Projeto Amigos da Escola debaterão temas como o aliciamento online, a difusão de pornografia infanto-juvenil e o cyberbullying.

Siga-nos no Twitter


  • Atualmente 2,3/5 Estrela(s).
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Rate 2,3/5 estrela(s) [ 278 voto(s) computado(s) ] Obrigado pelo seu voto!

Enviar |
Imprimir |
[ + ]
ver mais |
[ < ]
voltar |

Compartilhar
Últimas notícias

10:45 - MPF atuará de forma integrada contra exploração da violência em programas de TV

08:17 - Evento sobre startups de base tecnológica, em São Paulo, terá transmissão pela internet

11:27 - TJ-SP nega pedido de João Gilberto para recolher brografia não autorizada

14:08 - Brasileiros devem gastar R$ 9,3 bilhões com livros e outras publicações impressas este ano, diz Ibope

11:41 - Anatel reduz em 5,27% as tarifas de chamadas de telefones fixos para serviço móvel especializado, como a Nextel

10:41 - Justiça de Brasília condena procurador federal por crime de racismo na internet

10:21 - Pesquisa Lance/Ibope atualiza dados sobre as maiores torcidas do país

14:03 - Fischer anuncia diretora de planejamento que elevou o Extra a Top of Mind em hipermercados

10:38 - Prefeitura carioca lança o domínio de internet .rio e recebe inscrições até o fim do ano

09:52 - Kroton Educacional é eleita a Empresa de Valor na 14ª edição do Valor 1000

Todos os direitos reservados - Cidade Biz©2014    desenvolvido por  |